sábado, 29 de maio de 2010

REVER-TE


Specially for my cherished "B", fondly...



Abraço profundo.

Profundo acalanto.

Saudades de um mundo

de olhares profundos

a refletir distâncias e proximidades

e revelar o que há de mais subterrâneo,

mais escondido,

mais intrínseco,

mais visceral.



Se expiras é vento,

se inspiras, sou Eu.

Sabes quem sou Eu?

Sei quem és Tu?

Sei apenas que existe um Tu

que habita em mim,

e que não sei se já foi um dia Eu.

ou é um Eu transformado

agora em Tu.



Me vejo por dentro.

E lançando esse olhar interior

Vejo somente a Tua face.

Por que estás assim, tão dentro de mim?



E não queres sair...

E não quero que saias.

Nunca.

Fica! Para sempre aqui,

que é teu lugar...

Saudades de um mundo Meu e Teu.

Saudades de nós.


- Escrito em 22/05/2010 -